IBM oferece inglês gratuito para formar mão de obra capacitada

Ferramentas e conteúdo para ministrar as aulas a distância foram desenvolvidos com apoio de parceiro.

Por REDAÇÃO DA COMPUTERWORLD
06 de setembro de 2010 – 08h45

Baseada no fato de que hoje falta mão de obra qualificada no mercado de TI, a IBM optou pela criação de um portal, a partir do qual ministrará cursos online de inglês gratuitos para profissionais do setor. A escolha pelo idioma está relacionada ao fato de que essa é uma das grandes barreiras que as empresas de tecnologia instaladas no Brasil enfrentam na hora de contratar pessoas.

O conteúdo do curso, ministrado no portal TI Smart, foi desenvolvido pelo instituto de idiomas União Cultural Brasil Estados Unidos, que também oferece certificados digitais aos participantes. Além disso, outro parceiro da iniciativa foi a Universidade Federal do Ceará (UFC), que desenvolveu uma ferramenta de reconhecimento de voz específica para a plataforma de e-learning.

Como forma de estimular os estudantes de TI a se capacitar na língua inglesa, a IBM fechou parcerias também com instituições de ensino. O primeiro acordo foi com o Centro Paula Souza, mas o objetivo é expandir as alianças para diversas universidades que ofereçam cursos na área de tecnologia e que usem o curso de inglês para complementar a carga horária dos estudantes.

A IBM projeta que, até o final de 2010, 35 mil estudantes de cursos relacionados à TI participem do curso online.

Quanto aos fatores que motivaram a iniciativa, a fornecedora ressalta que, atualmente, uma das áreas com mais oportunidades de emprego na IBM é a de exportação de serviços, em que o domínio do idioma inglês representa uma competência fundamental aos profissionais.

[Artigo] O anti-spam tem um lado ruim?

malwares

Hi All !!!

Participo da Rede Social da Revista Exame PME e surgiu uma nova discussão sobre o funcionamento ou não do anti-spam e a perda de mensagens importantes por causa dos falso-positivos. Resolvi postar a pergunta e resposta para compartilhar com todos vocês.

Enjoy!

—————————————————-

O anti-spam tem um lado ruim?

Olá pessoal,

Como sou jornalista, algumas assessorias de imprensa costumam me enviar e-mails com sugestões de pauta. Mas fico muito sem graça quando um colega liga perguntando o que achei da sugestão e eu nem vi a mensagem. Percebi que algumas vezes (e eu não sei o porquê) esses e-mails vão direto para a minha caixa de spans. E sempre corro o risco de perder boas pautas com isso.
Amigos que trabalham em empresas diferentes já comentaram que às vezes isso também acontece com eles.
E na empresa de vocês, já deixaram de ler algum e-mail importante por causa do anti-spam? Pensei que pode ser ruim, principalmente para os negócios, se uma mensagem dessas vai para o lixo eletrônico.
Vocês não acham melhor receber os e-mails indesejáveis e simplesmente deletá-los? O excesso de cuidados não pode gerar um problema? Como resolver esse dilema?
Abs.
—————————————————-
Responder até Wellington Watanabe Filho 1 hora atrás
Boa Noite a todos,

 

Tenho certeza de que nós, profissionais de TI, poderíamos escrever um livro sobre este problema, seus “causos”, possíveis soluções, entre outras coisas. Também como profissional da área, não poderia indicar um software ou solução que serviria para todos, pois as soluções variam MUITO de acordo com o perfil do usuário que vivencia o problema, mudam fatores como estes:

. O problema na conta de e-mail particular ou no da empresa ?
. Qual o provedor dos e-mails particulares ?
. Qual o servidor de e-mails utilizado na empresa ?
. Quais as regras adotadas pela TI da empresa ?
. Entre outras infinitas questões….

Sem essas informações, não chegaríamos a montar um perfil para propor uma solução mais adequada ao problema.

Bem, o que tenho feito, nos casos em que me perguntam a respeito, é promover acesso às informações que, na minha opinião, farão de fato a maior diferença no seu dia-a-dia. Saber COMO, ONDE e PORQUE ocorrem os SPAMs é a melhor vacina no meu ponto de vista. Veja, tenho um mesmo endereço de e-mail a mais de 10 anos e hoje, sem ferramenta anti-spam diferente das tradicionais, meu SPAM é mais controlado do que quando cheguei a utilizar três ferramentas anti-spam especializadas ao mesmo tempo.

O que muda para eu ter exito nesta árdua tarefa ?
Passei a conhecer como o SPAM funciona e aí sim criar regras mais inteligentes, além de tomar MUITO CUIDADO com o e-mail que cadastro nas páginas da web, quando liberar esse e-mail ou não para visualização pública, entre outros fatores.

Para não delongar AINDA MAIS, vou sugerir uma leitura prévia e que assistam esses vídeos bem educativos desenvolvidos pela CGI.br (Comite Gestor da Internet no Brasil) e depois continuamos as discussões sobre o assunto com dicas pontuais.

1 – Navegar é preciso
O vídeo trata do funcionamento da Internet, com suas vantagens, riscos e necessidade de proteção, principalmente mecanismos como o firewall.

2 – Os Invasores
Apresenta os tipos de códigos maliciosos e como eles podem entrar no computador do usuário, reforçando que a maioria dos códigos têm mais de um vetor de entrada e por isso mais de uma proteção é necessária.

3 – SPAMs
Aborda os tipos de spam existentes, suas diferenças e malefícios, incluindo códigos maliciosos e fraudes.

4 – A Defesa
O objetivo do vídeo é mostrar ao usuário como se proteger de ameaças e navegar com mais segurança na rede.

Os quatro vídeos podem ser assistidos, baixados e, por favor, COMPARTILHADOS, em diversos tamanhos no endereço:

http://www.antispam.br/videos/#1

Mandem o link abaixo para os Gerentes de TI e/ou Administradores de Redes das suas empresas e peçam para que eles leiam e verifiquem se as políticas de administração dos e-mails corporativos estão de fato seguindo as “boas maneiras” indicadas pelo comitê anti-spam.

http://www.antispam.br/admin/

Fico à disposição para maiores informações.

Abs.

Wellington Watanabe F.
http://www.linkedin.com/in/wwatanabe

[Ferramentas] ScreenCastle permite a criação de ScreenCast pela Internet

Segundo a definição no Wikipedia:

Screencasts é o registro (gravação) da saída do vídeo gerado por computador em atividade. Pode ou não conter o áudio integrado.”

Atualmente muito utilizados para treinamentos à distância, ou o conhecido EAD (Ensino a Distância), os screencast tem sido citados como o futuro na comunicação para treinamentos.

Trata-se, basicamente, de capturar a tela do seu computador mostrando o passo-a-passo do que está fazendo ou do que queira mostrar, inserindo ou não sua voz, narrando o que quer explicar.

Bem, montar um screencast não é mais um “bicho de 7 cabeças”, com a ferramenta ScreenCastle, você pode montar o seu ScreenCast sem nem mesmo precisar instalar um software de captura no seu computador. Basta entrar no site, clicar no botão à direta e aceitar um aplicativo Java. Depois, é só inicializar a gravação e, se quiser, ligar seu microfone enquanto faz o que quer mostrar no computador.

Clique aqui e comece já o seu próprio ScreenCast.

————————-

Conte conosco para dúvidas sobre o uso da ferramenta ou necessidades mais específicas, ficaremos felizes em ajudá-los a encontrar a ferramenta que melhor atenda suas expectativas.

[]’s