• COMPARTILHE !

    Bookmark and Share
  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 1 outro seguidor

  • Twitter

    • A Bug Busters Tecnologia marcou presença em mais um encontro GPESP, apoiando empreendedores de São Paulo em somar … ift.tt/2sqbMus 1 month ago
    • @zohocares Help me to get my referral bonus. All "green checks" are ok but the Credited Status don't! administrador @koumei.com.py 1 month ago
    • @zoho Didn't give the referrals ! Our customer send a referral to another company, the second did everything but they didn't credit it ! 2 months ago
    • Ataque mundial em massa ! É bom nos acostumar com isso ! Antes uma camada mais simples de antivirus era suficiente… ift.tt/2q9XvzV 3 months ago
    • A Bug BusterS esteve presente como uma das apoiadoras do 5°encontro GPESP. Somos mais de 200 empresas trabalhando … m.youtube.com/watch?feature=… 5 months ago
  • RSS Blog Pessoal – Wellington Watanabe Filho

    • 5 dicas de empreendedores para unir inovação ao lucro 03/05/2011
      Olá PessoALL, Estava pesquisando um pouco sobre inovação e me deparei com um artigo da Ernst & Young que eu já havia replicado no passado. Lições que com certeza continuam válidas. ——————————- “Com base nos relatos dos empreendedores, a Ernst & Young destacou ainda as cinco lições para conectar inovação e lucro. Confira: 1. Não [&hellip […]
    • Leitura: Recomendação de leitura sobre Inovação 29/04/2011
      Olá PessoALL, Estava revendo alguns posts antigos de um outro blog e achei um artigo publicado por um amigo e professor, que tive o prazer de conhecer durante o MBA na FAAP, Maurício Andrade de Paula, sobre o tema inovação. Na mesma linha do Waldez Ludwig, o Maurício traz a tona a importância de começarmos [&hellip
    • Depoimento de José Galló, CEO da Renner, sobre empreendedorismo ! 26/04/2011
      Hi All, É sempre bom rever um vídeo com o depoimento do José Galló, CEO da Renner, sobre a importância e o que seria, na visão dele, o “empreendedorismo” e sua importância para o país. Com certeza uma visão que só acrescenta ao tema, com o peso da experiência de um profissional com a bagagem [&hellip
    • Smarter Planet – IBM por um planeta mais inteligente 19/04/2011
      Sempre inovando, a IBM mantém um programa com o objetivo de promover a sustentabilidade através da aplicação da tecnologia em todo o planeta, buscando idéias mais inteligentes e efitivas. A Smarter Planet é uma visão da IBM que visa um disseminar novas maneiras de interação tecnológicas para o progresso do planeta. Cada interação representa a chance [&he […]
    • [Artigo] Quantas opções você fornece ao seu cliente ? 15/04/2011
      Todo empreendedor deve ser um vendedor na maior parte do tempo, por isso, seguirão alguns posts sobre dicas de vendas e marketing para ajudá-los a se manter atualizados. Para os executivos de negócios, acreditam que, mesmo em outras áreas, o que importa para sua empresa é algo diferente de vendas ? Atualizem-se, mudem o discurso, [&hellip

[Artigo] O anti-spam tem um lado ruim?

malwares

Hi All !!!

Participo da Rede Social da Revista Exame PME e surgiu uma nova discussão sobre o funcionamento ou não do anti-spam e a perda de mensagens importantes por causa dos falso-positivos. Resolvi postar a pergunta e resposta para compartilhar com todos vocês.

Enjoy!

—————————————————-

O anti-spam tem um lado ruim?

Olá pessoal,

Como sou jornalista, algumas assessorias de imprensa costumam me enviar e-mails com sugestões de pauta. Mas fico muito sem graça quando um colega liga perguntando o que achei da sugestão e eu nem vi a mensagem. Percebi que algumas vezes (e eu não sei o porquê) esses e-mails vão direto para a minha caixa de spans. E sempre corro o risco de perder boas pautas com isso.
Amigos que trabalham em empresas diferentes já comentaram que às vezes isso também acontece com eles.
E na empresa de vocês, já deixaram de ler algum e-mail importante por causa do anti-spam? Pensei que pode ser ruim, principalmente para os negócios, se uma mensagem dessas vai para o lixo eletrônico.
Vocês não acham melhor receber os e-mails indesejáveis e simplesmente deletá-los? O excesso de cuidados não pode gerar um problema? Como resolver esse dilema?
Abs.
—————————————————-
Responder até Wellington Watanabe Filho 1 hora atrás
Boa Noite a todos,

 

Tenho certeza de que nós, profissionais de TI, poderíamos escrever um livro sobre este problema, seus “causos”, possíveis soluções, entre outras coisas. Também como profissional da área, não poderia indicar um software ou solução que serviria para todos, pois as soluções variam MUITO de acordo com o perfil do usuário que vivencia o problema, mudam fatores como estes:

. O problema na conta de e-mail particular ou no da empresa ?
. Qual o provedor dos e-mails particulares ?
. Qual o servidor de e-mails utilizado na empresa ?
. Quais as regras adotadas pela TI da empresa ?
. Entre outras infinitas questões….

Sem essas informações, não chegaríamos a montar um perfil para propor uma solução mais adequada ao problema.

Bem, o que tenho feito, nos casos em que me perguntam a respeito, é promover acesso às informações que, na minha opinião, farão de fato a maior diferença no seu dia-a-dia. Saber COMO, ONDE e PORQUE ocorrem os SPAMs é a melhor vacina no meu ponto de vista. Veja, tenho um mesmo endereço de e-mail a mais de 10 anos e hoje, sem ferramenta anti-spam diferente das tradicionais, meu SPAM é mais controlado do que quando cheguei a utilizar três ferramentas anti-spam especializadas ao mesmo tempo.

O que muda para eu ter exito nesta árdua tarefa ?
Passei a conhecer como o SPAM funciona e aí sim criar regras mais inteligentes, além de tomar MUITO CUIDADO com o e-mail que cadastro nas páginas da web, quando liberar esse e-mail ou não para visualização pública, entre outros fatores.

Para não delongar AINDA MAIS, vou sugerir uma leitura prévia e que assistam esses vídeos bem educativos desenvolvidos pela CGI.br (Comite Gestor da Internet no Brasil) e depois continuamos as discussões sobre o assunto com dicas pontuais.

1 – Navegar é preciso
O vídeo trata do funcionamento da Internet, com suas vantagens, riscos e necessidade de proteção, principalmente mecanismos como o firewall.

2 – Os Invasores
Apresenta os tipos de códigos maliciosos e como eles podem entrar no computador do usuário, reforçando que a maioria dos códigos têm mais de um vetor de entrada e por isso mais de uma proteção é necessária.

3 – SPAMs
Aborda os tipos de spam existentes, suas diferenças e malefícios, incluindo códigos maliciosos e fraudes.

4 – A Defesa
O objetivo do vídeo é mostrar ao usuário como se proteger de ameaças e navegar com mais segurança na rede.

Os quatro vídeos podem ser assistidos, baixados e, por favor, COMPARTILHADOS, em diversos tamanhos no endereço:

http://www.antispam.br/videos/#1

Mandem o link abaixo para os Gerentes de TI e/ou Administradores de Redes das suas empresas e peçam para que eles leiam e verifiquem se as políticas de administração dos e-mails corporativos estão de fato seguindo as “boas maneiras” indicadas pelo comitê anti-spam.

http://www.antispam.br/admin/

Fico à disposição para maiores informações.

Abs.

Wellington Watanabe F.
http://www.linkedin.com/in/wwatanabe

[ Segurança ] Especialista alerta sobre cuidados ao declarar IR via Internet

por Guido Orlando Jr

“A temporada de declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2009, ano-base 2008, está aberta. Neste ano, assim como no ano passado, praticamente todo o envio acontecerá por meio eletrônico. Espera-se que menos de 1,5% dos mais de 25 milhões de documentos sejam entregues via formulário de papel.

De acordo com Patrícia Peck Pinheiro, advogada especialista em Direito Digital, é preciso adotar algumas medidas de segurança para evitar que vírus e spywares comprometam a privacidade das informações. “Quando se fala em segurança da informação, dois lados são responsáveis: o provedor, que no caso é a Receita Federal, e o contribuinte”, explica a advogada.

Portanto, da mesma forma que o órgão deve oferecer um ambiente criptografado, que não permita o vazamento de dados, o contribuinte deve procurar, sempre, um equipamento que esteja com o mínimo de proteção.

Em casa o preenchimento dos dados deve ocorrer preferencialmente no computador pessoal e é necessário garantir a atualização do antivírus e também do antispyware.

“É importante não deixar o procedimento para a última hora. O processo leva, no mínimo, 30 minutos para ser concluído”, lembra Peck. No trabalho ou em lan- houses, Patrícia também aconselha que sejam evitados equipamentos de terceiros para o momento da declaração.

Por conta do sistema de rede, é impossível saber se os procedimentos feitos em determinada unidade não podem ser acessados por outros usuários. ”Em primeiro lugar, a pessoa deve solicitar que os profissionais de suporte atualizem o antivírus e o antispyware. Em geral, eles estão atualizados, mas não custa nada pedir” recomenda a especialista. Em relação à resíduos de informações na máquina, basta limpar a pasta cookies e pedir para que o histórico das navegações na internet sejam apagadas.

O recibo ou os documentos jamais devem ser salvos no computador: o melhor a fazer é utilizar um pen drive ou um CD.

Dicas para fazer uma declaração segura de IR pela Internet

> Fazer uso de computador seguro e conexão segura;

> Evitar fazer a declaração em cybercafé ou lanhouse (se não houver certeza da segurança do equipamento);

> Não deixar para o último dia (pois é comum haver problema de excesso de solicitações ao site da Receita);

> Guardar o seu arquivo digital gerado ao final pelo prazo mínimo de 5 anos, inclusive no ano seguinte ao da declaração, quando é feita a próxima, é solicitado um código que é gerado na entrega da declaração para confirmação maior de identidade do contribuinte;

> Se possível, fazer uso de um e-CPF;

> Não responder nem clicar em emails que digam que houve um problema com sua declaração, em caso de dúvida, entrar em contato direto com a Receita pelo site ou pelo telefone de atendimento ao público.

Ouça agora a entrevista e conheça mais detalhes importantes para enviar seguramente sua declaração de IR pela internet e veja se você é um contribuinte 1.0, 2.0 ou ainda 3.0″

Artigo publicado no Portal Podcast VoIT onde pode ser encontrado o áudio podcast da matéria e mais informações a respeito.

A Bug BusterS complementa alertando aos usuários da Internet que nem sempre a utilização da rede do local de trabalho garante a segurança da conexão. É comum, em projetos de segurança que participamos, encontrarmos usuários e até mesmo profissionais de TI com uma “falsa sensação de segurança”. Pouco tem adiantado, principalmente aos empresários das pequenas e médias empresas, fazer investimentos em firewall, anti-vírus, anti-spyware, proxy, IDS e demais itens da sopa-de-letras utilizada pelo pessoal de tecnologia. Temos presenciado, muito mais do que gostaríamos, muito investimento sendo administrado por profissionais com capacitação insuficiente para entender e manter todos esses sistemas. Na maioria dos casos, não são feitas as atualizações desses sistemas como deveriam, assim como são negligenciadas as atualizações de hardware, como firmware e bios, que prolongam a vida útil de equipamentos de alto investimento, como os servidores da rede.

Você empresário, questione os responsáveis pela área de tecnologia da sua empresa sobre os procedimentos de atualização e segurança da rede. Se o que receber como resposta for: “Faremos um relatório e te enviaremos por e-mail em X dias.”, ou algo do tipo, procure ajuda independente, de alguma empresa externa de confiança, que possa fazer uma avaliação rápida e melhor te posicionar a respeito desse assunto. Busque segurança para poder utilizar a sua rede corporativa para fazer, por exemplo, sua declaração de IR. Lembre-se, bloquear os sites como Orkut não é o suficiente para manter a segurança, certifique-se de não estar com uma “falsa sensação de segurança”, antes que seja tarde.

Você profissional de TI, possui uma ferramenta de análise dos logs ? É avisado por SMS, e-mail, alertas, e etc , sobre incidentes de segurança ? Há quanto tempo não verifica se os updates automáticos foram feitos ? Qual foi a última atualização de hardware que fez nos seus servidores ? Já cadastrou seu e-mail nos sites dos fabricantes das soluções da sua rede para acompanhar os boletins de aviso sobre atualizações críticas ? Você pode estar precisando de ajuda para otimizar os procedimentos internos e um parceiro em quem possa confiar.

Oferecemos verificação gratuita para empresários e profissionais de TI que queiram uma visão profissional, qualificada e externa sobre seus procedimentos a respeito da segurança da rede ou demais assuntos de infra-estrutura. Entre em contato para agendar uma visita e acabar de vez com essa dúvida, na melhor situação, receberá um laudo técnico e poderá ficar tranquilo em todas as suas navegações na Internet.

Boa Semana !